12 Dezembro 2008

É previsivel. O que a Deloitte afirma neste artigo da OJE, não é dispiciente.

A crise vai atingir, e já se começam a ver alguns efeitos, ao futebol essencialmente por :

- passivos elevados

- dificuldade em vender jogadores

- diminuição dos patrocinios e outras receitas

- modelo de remuneração dos profissionais do futebol

Pois, é o problema de qualquer SAD actualmente, como o é para muitas empresas e sectores da economia, apesar de acharmos que o futebol é diferente (em alguns aspectos é verdade porque ficamos muito indignados com os vencimentos de outros profissionais e não ficamos com estes que se praticam).

Quando os dirigentes do sector vierem pedir ajuda, devemos fazê-lo (intervindo sériamente num sector, que como o financeiro, não foi capaz de se autoregular) ou, como se tem ouvido para outros sectores, deixá-los cair?.

Vamos esperar para ver como a opinião publica vai reagir.

publicado por RPF às 18:46

mais sobre mim

ver perfil

3 seguidores

pesquisar
 
Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9