21 Dezembro 2008

Eu também tenho uma opinião sobre a governação das escolas, e concordo com a proposta da FENPROF de mais democracia.

Sendo o resultado o mesmo a forma de o atingir é diferente.

Eu parto do principio que a escola, sendo o saber o valor que se pode tornar mais produtivo no futuro, não é um problema só dos seus actores mas de toda a sociedade.

Assim, para mim, mais democracia é a capacidade da sociedade decidir o futuro da sua escola, já que não existe competitividade (que pode trazer melhorias) no sector do ensino. Não existindo escolha a exigência e o escrutinio da sociedade deve ser maior na prestação deste serviço.

Também quero ter uma palavra a dizer sobre o que é ensinado e por quem, e pedir responsabilidades quando os resultados não são os que se pretendiam e eram possiveis.

Também quero ter capacidade para escolher os professores mais capazes e afastar os menos capazes, tendo em conta o saber dos seus alunos.

A escola não funciona como um organismo autónomo divorciado da sociedade e, antes pelo contrário, deve prestar-lhe contas do seu trabalho, como qualquer outro organismo faz.

Isto sim, para mim, é democratizar a escola e não isto.

publicado por RPF às 16:58

mais sobre mim

ver perfil

3 seguidores

pesquisar
 
Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9