16 Janeiro 2009

Como tinha referido num post anterior, comecei a ler "O Choque das Civilizações" de Sam Huntington.

Logo no inicio deparei-me com esta passagem:

 

"Pela primeira vez na História, a politica mundial, é ao mesmo tempo multipolar e multicivilizacional. A modernização económica e social não está produzindo nem uma civilização universal de qualquer modo significativa, nem a ocidentalização das sociedades não ocidentais.

O equilíbrio de poder entre as civilizações está-se deslocando: a influência relativa do Ocidente está em declínio, com as civilizações asiáticas expandindo o seu poderio económico, militar e politico, com o Islão explodindo demograficamente ...

... As pretensões universalistas do Ocidente levam-no cada vez mais para o conflito com outras civilizações, de forma mais grave com o Islão e a China.

... A sobrevivência do Ocidente depende dos norte americanos reafirmarem a sua identidade ocidental e dos ocidentais aceitarem que a sua civilização é singular e não universal ...

Evitar uma guerra global das civilizações depende dos lideres mundiais aceitarem a natureza multicivilizacional da politica mundial e cooperarem para mantê-la"

Samuel P. Huntington, in O Choque de Civilizações

 

Considero uma análise resumida, lúcida e inteligente das alterações que estão a acontecer no Mundo e da incapacidade dos dirigentes políticos de a entenderem e lhe fazerem frente com os contornos que tem, e inexoravelmente, continuará a ter.

 

publicado por RPF às 08:49

Grande post . Obrigado por partilhar esta informaçao.
Sofia a 4 de Dezembro de 2010 às 23:27

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9