15 Janeiro 2009

Claro que não é a primeira vez que a UE faz alguma declaração sobre a guerra em Gaza.

Normalmente, pelo menos as anteriores, eram sobre os 'desejos'  de fim da guerra e a 'culpabilização' dos seus actores (uns mais que outros).

Pela primeira vez toma uma posição, através de um dos seus comissários, sobre o que está a acontecer, as suas consequẽncias (e não as causas, como era habitual) e a critica clara sobre a forma como um dos contentores está a agir à margem da lei humanitária internacional.

Finalmente.

publicado por RPF às 18:18
tags:

mais sobre mim

ver perfil

3 seguidores

pesquisar
 
Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9