03 Fevereiro 2009

Tenho ouvido muita gente, e alguns são empresários, referirem-se aos spreads dos empréstimos como se repercutissem a margem de lucro dos bancos.

Eu não sou economista mas, na minha qualidade de 'barbeiro', tenho uma opinião diferente.

O spread é na realidade o diferencial entre o valor pago pelos bancos ao pedirem emprestado e o valor exigido quando empresta.

É isto o lucro como nos dizem?.

Não. Então e os custos de funcionamento (amortizações, consumíveis, pessoal, etc.) estão aonde no negócio?

E, bem mais importante, o risco do empréstimo, onde está?.

Os empréstimos não são todos iguais, uns têm mais risco do que outros de acordo com a quem se empresta, e este risco é repercutido no empréstimo.

Para os mais esquecidos lembro que a Standard & Poor's baixou o rating de Portugal, pelo motivo de risco de incumprimento futuro e isto faz com que o preço do dinheiro seja mais elevado. Não há melhor prova de que o custo do dinheiro (spread) tem a ver com o risco e não com o custo inicial.

Como temos andado a defender que os problemas do sistema financeiro, actual, são investimentos mal pensados, e empréstimos (a juros baixos e a spread's também baixos) a quem não os podia pagar, e agora queremos o mesmo?.

( ... )

I have heard many people, and some are businessmen, referring to spreads of loans were the profit of banks.

I am not an economist but, as a 'barber', I have a different view.

The spread is actually the difference between the amount paid by banks to the loan request and the value required when loans.

Is this the profit?.

No. And what about the operating costs (depreciation, consumables, staff, etc.). in the business's costs?

And, more important, the risk of the loan, where is it?.

The loans are not all equal, some are more risky than others according to whom they lend, and this risk is reflected in the loan.

For the most forgotten I remember that the Standard & Poor's lowered the rating of Portugal, by reason of default risk future and this makes higher the price of money. There is no better proof that the cost of money (spread) is the risk and not with the original cost.

As we have been arguing that the problems of the financial system are poorly designed investments and loans (low interest rates and low spread's too) to those who could not pay, and now we want it again?.

publicado por RPF às 07:56

mais sobre mim

ver perfil

3 seguidores

pesquisar
 
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9