02 Fevereiro 2009

Esperemos que não, e simultaneamente que a Islândia consiga sair da difícil situação em que se encontra. Não vai ser fácil e vai pedir muitos sacrifícios, face ao padrão de vida que tinham e à riqueza que não tinham, a esta geração e ás próximas.

Esta lista de 5 países com graves problemas, que constam no artigo da Foreign Policy, e que potencialmente poderão seguir os passos da Islândia tem como surpresa o Reino Unido e a Grécia (país muito similar, em termos económicos a Portugal), que estão muito perto de nós e com quem temos, principalmente o Reino Unido, uma ligação económica e de emigração.

Esperemos que o vaticínio não se concretize, porque não é um bom sinal que tal aconteça.

( ... )

Hopefully not, and while that Iceland will leave the difficult situation where it are. It will not be easy and will ask many sacrifices, compared to the standard of living and wealth that they had not, to this generation and the next.
This list of 5 countries with serious problems, which appear in this article of Foreign Policy, and that could potentially follow in the footsteps of Iceland is surprising the presenca of  the United Kingdom and Greece (country very similar, in economic terms to Portugal), which are very close of us and with whom we have, mainly the United Kingdom, an economic link and emigration.
We hope that the prediction did not materialize, because it is not a good sign it.

 

publicado por RPF às 10:54

Enquanto a crise permanente era nos países do 3º mundo as populações dos países ricos faziam anedotas sobre o peso dos seus habitantes e capacidades para descer de àrvores, planando em folhas. A mecânica das coisas castiga: « ... lá porque ando em baixo agora, não me neguem vossa estima, ..... breve desfaz-se uma vida honrada e boa, não se sabe quando nasce, pra que nasce uma pessoa....»
Fulano a 2 de Fevereiro de 2009 às 18:36

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9