08 Fevereiro 2009

Na 6ª. feira passada, ao entrar no café que habitualmente frequento, chamou-me a atenção a noticia de 1ª. página do Jornal do Algarve (habitualmente os jornais estão disponíveis logo à entrada, para os clientes) :

" Mais mortes que nascimentos levam interior a perder habitantes

MONCHIQUE E ALCOUTIM PERDEM 500 MIL EM SETE ANOS"

Pensei logo, para os meus botões : não pode ser.

Depois comentei para quem vinha comigo, isto não é possível, é como se só estes dois dos mais desertificados concelhos tivessem perdido mais do que a população actual do Algarve em 7 anos. É perder 70.000 habitantes (os dois juntos) por ano. Cada um deles deve ter cerca de 3.500 a 4.000 habitantes pelos que nunca poderiam perder 70.000 por ano.

A matemática sempre é uma ajuda, não é?

Retirei o jornal e fui ver a noticia, lá nas páginas interiores, e verifiquei que não me tinha enganado. Cada um deles tinha perdido 500 habitantes em sete anos.

Eu sei que se tratou de um lapso, penso até que quem fez a noticia e quem fez o titulo de capa não foi a mesma pessoa e que houve laxismo na revisão. Sei também que já não é possível corrigir a versão em papel, mas estava à espera de ver o erro assumido na Página Web do Jornal e na próxima edição vir a correcção formal.

Hoje fui ver a edição online do Jornal do Algarve para verificar se havia algum esclarecimento sobre o titulo da sua primeira página. Nada.

Será que ainda ninguém se apercebeu deste facto?.

 

publicado por RPF às 15:46

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9