07 Março 2009

A aposta que tem vindo a ser feita, já há vários anos, na ciência e na captação de cientistas portugueses que se encontravam no estrangeiros ao mesmo tempo que se conseguia cativar os que surgiam a não sair do País, tem vindo a dar resultados e os frutos desse trabalho 'escondido' vão surgindo à luz do dia.

Esta noticia do Ciência Hoje, que refere que dois cientistas  (médicos) portugueses foram escolhidos como dos melhores no seu sector de actividade:

 

"Dois obstetras da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) foram classificados pelos seus pares entre os três melhores especialistas mundiais no campo da cardiotocografia, disse hoje fonte daquela instituição.
João Bernardes e Diogo Ayres de Campos, obstetras, professores e investigadores do Departamento de Ginecologia da FMUP, foram considerados, respectivamente, o primeiro e terceiro melhores investigadores do mundo nesta especialidade pela BioMedExperts
."

 

Mas o que mais relevo é que ganharam este prémio pela sua capacidade de transpor os conhecimentos científicos para instrumentos práticos que irão 'democratizar' o próprio conhecimento.

Este é o fim ultimo do progresso cientifico, e assim a nosso sector empresarial consiga tirar os necessários dividendos destes progressos.

publicado por RPF às 14:11

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9