29 Junho 2008

Ontem à noite o tema de conversa foram os exames nacionais.

Como é bom de ver todos manifestámos opinião, algumas calorosas, sobre os exames. Nenhum de nós tinha lido o enunciados dos exames, nem o programa  nem os critérios de avaliação.

Concluimos que qualquer um de nós teria feito bem melhor e 'chumbaria' 60 a 80% dos 'nabos' os foram fazer. Como qualquer outro português.

Fiquei a pensar. Como terão sido os exames nos outros países? Foram tão fáceis como se diz que foram cá no 'burgo'?.

Quando chegar a casa vou ver.

Fui. Encontrei esta informação, já antiga, que fala dos Sistemas de ensino na União Europeia e parei para ler.

Fiquei sem respirar, então não é há Países em que não se chumba. Não há exames? Então todos ganham as competências indispensáveis para passar de ano? Será que a escola lá existe para ensinar em vez de 'chumbar'? Os professores são melhores? Existem alguma vantagem genética que faz com os alunos lá sejam melhores do que em Portugal?.

Perguntei à minha filha, que está a estudar na Universidad de Huelva, como é que se entra na Universidade em Espanha. Por um exame nacional? Por provas de acesso efectuadas pela Universidade?

Ela não sabia, mas ficou de perguntar aos colegas. Vou ficar a saber na próxima 4ª. feira.

A resposta a estas perguntas, ainda não a consegui, mas vou continuar a recolher a informação necessária para formar a minha opinião.

Infelizmente, no meu ponto de vista felizmente, fui ensinado a 'pensar pela minha cabeça' e não somente pelo que é dito na informação. Lembro-me de sempre me perguntarem : É qual é a tua opinião?. Recolhe a informação, sintetiza e prioriza, formula as várias opções, cria  a tese e a antítese e tira as tuas conclusões. Tenho de viver com este 'drama'.

Vou continuar a informar-me e formar a minha opinião.

 

 

publicado por RPF às 10:47

mais sobre mim

ver perfil

3 seguidores

pesquisar
 
Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14