31 Janeiro 2009

Parece que sim, se não forem de imediato tomadas medidas que apoiem os países pobres a dinamizar a agricultura, derrubadas as barreiras ao livre comércio em conjunção com o fim dos apoios à agricultura nos países desenvolvidos (caso da PAC na UE).

Pelo menos é o que este artigo da Chatham House, indicia, tendo como base este relatório.

O valor dos alimentos, nos tempos e sociedade actuais, está mais na industria de transformação agro-alimentar e na distribuição do que na produção da matéria prima.

Isto é que os países desenvolvidos devem ter em mente, em vez de apoiarem (subsidiarem) de forma muito forte a produção agrícola mantendo os preços artificialmente baixos.

Quando houver a incapacidade de apoiar e subsidiar esta actividade o que irá acontecer?

Uma escalada brusca dos preços, se entretanto não forem criadas condições para o desenvolvimento agrícola noutras partes do mundo, África em particular.

 

publicado por RPF às 10:25
tags:

31 Janeiro 2009

Quando era 'menino e moço' na minha terra havia 5 olarias, 3 lojas de reparadores de bicicleta e 1 ferrador.

Hoje, cerca de 45 anos depois, nenhum destes negócios subsiste.

O que aconteceu para este 'descalabro'?

Nada mais simples, a sociedade mudou. Mudou de hábitos, de ambições e de gostos, de cultura, de interesses, democratizou-se o consumo de muitos produtos, etc...

Por outro as empresas existem para fornecer bens e serviços que são necessários à sociedade, pela qual as pessoas estão disponíveis para os trocar por dinheiro de acordo com o valor que lhes dão.

Quando uma empresa não é capaz de prestar esse serviço à sociedade, então ou muda ou 'morre'.

Foi o que aconteceu aos oleiros, ao ferreiro e às oficinas de bicicletas, da minha terra.

A sociedade passou a andar de carro (em vez de bicicleta ou mulas), os carros já não eram 'ferrados' regularmente e o aparecimento do alumínio, do inox e do vidro levou à falência dos oleiros.

Este é o processo regenerativo que vivemos sistematicamente na sociedade e na economia e é igual ao que estamos a viver actualmente.

 

 

 

publicado por RPF às 08:41

30 Janeiro 2009

Hoje, como já devem ter reparado, coloquei um novo vídeo que descobri no CATO Institute.

Trata-se de um curto vídeo que fala sobre o modo como encaramos o que cada um ganha de acordo com a sua profissão. E isto é surpreendente porque olhamos de forma diversa o mesmo problema.

Por outro lado leva-nos a um ponto bem mais interessante : se uma empresa tem sucesso, esse sucesso deve-se às pessoas que lá trabalham. Se uma empresa não tem sucesso, então isso é responsabilidade dos CEO's. Em Portugal temos uma fórmula ainda melhor, ou são as pessoas que lá trabalham ou foi a administração mas quem tem de resolver o problema é o Governo, que nos esquecemos sempre que é a restante sociedade, (deve ser: definir o produto, arranjar mercados, etc..., tudo o que tem a ver com gestão da empresa) .

Vale a pena ver e meditar.

publicado por RPF às 17:14

30 Janeiro 2009

As conversas de café têm destas coisas. Está sempre alguém, na mesa ao lado, a ouvir, e muitas vezes 'mete a sua colherada'.

Ontem a conversa versava, mais uma vez, os professores, a disciplina nas escolas e a avaliação dos docentes.

Uma das pessoas que estava comigo na mesa, e que por acaso é professor, centrava o seu discurso na 'impossibilidade de castigar as faltas disciplinares dos alunos, pela escola' e propunha, radicalmente, o cortar os benefícios fiscais e o RSI aos pais quando os alunos cometem faltas disciplinares graves e não apoiam a sua correcção.

É na realidade uma medida radical mas que merece ser olhada com alguma atenção porque 'toca naquilo que as pessoas valorizam muito, dinheiro'.

Após a exaustão deste tema voltámos, como habitualmente, à avaliação dos docentes.

A discussão estava no seu auge quando alguém, na mesa ao lado, se saiu com esta 'querem avaliar facilmente e rapidamente os professores, então deixem que sejam os alunos a escolher os seus professores. Terão uma noção exacta do que cada um vale como professor'.

Na altura pareceu um disparate e um 'desabafo', mas hoje e após ter dormido sobre o assunto, questiono-me se não será o método mais eficaz?.

 

publicado por RPF às 10:48
tags:

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9