29 Maio 2009

Mais logo é aberto o 1º. Festival Internacional do Caracol que se realiza em Castro Marim (programa detalhado, aqui). Como não podia deixar de ser lá estarei na abertura bem como durante todo o fim de semana, tempo em que decorrerá. Para além dos variados petiscos do 'dito' teremos vários espectáculos culturais e musicais. Se tiverem oportunidade de estar pelos arredores, neste fim de semana, não percam.

publicado por RPF às 18:45
tags:

29 Maio 2009

A recusa dos credores em transformar a divida em capital social (transformarem-se em accionista) e que permitiria aumentar os capitais próprios, diminuir o passivo e aumentar a solvabilidade, deu a 'machadada' final na existência da GM.

Vai assim terminar uma das empresas de maior sucesso num Mundo que já não existe.

A capacidade de adaptação, das empresas, ás alterações da sociedade e das suas necessidades é o factor fundamental de sustentabilidade, não a sua dimensão nem o seu passado.

A flexibilidade, em ttodos os factores da produção dos bens ou serviços, começa a ficar patente como um factor determinante.

Mesmo nós temos de nos questionar o que queremos ter no futuro, estabilidade no factor trabalho ou empresas flexíveis em busca do sucesso?.

 

publicado por RPF às 13:30

29 Maio 2009

A importância e necessidade de alterarmos o paradigma da energia suportada em 'combustíveis fósseis' e sua substituição por fontes renováveis, parece que tem pouca margem de contestação tendo como base as alterações climáticas.

No entanto uma outra vertente de análise tem vindo a 'abraçar' a contestação às energias verdes, e que é a sua capacidade de 'destruir empregos líquidos' e 'ser mais cara do que a actual'.

Será assim?. Em minha opinião, não.

No entanto nada melhor que 'encarar' os dois pratos da balança e ouvir os argumentos de ambos os lados.

Este artigo de Vanessa Cárdenas (do Center for American Progress) pretende mostrar, tendo como base o modelo energético espanhol, que é a energia do futuro e para o futuro económico. Já em contraponto este relatório de Gabriel Calzada Álvarez (da Universidad Rey Juan Carlos, via The Heritage Foundation)  aponta para um cenário muito diferente onde a economia sairá 'prejudicada'.

Para formar opinião é indispensável recolher informação e ouvir as duas partes. É isso que recomendo.

publicado por RPF às 10:22

subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

3 seguidores

pesquisar
 
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9