18 Maio 2009

Já várias vezes tenho abordado o tema da necessidade de uma regulação financeira independente sobre o futebol, e as suas capacidades de, como empresas, garantirem o funcionamento do negócio, a rentabilidade dos seus accionistas, a participação dos adeptos e a estabilidade dos seus trabalhadores, o que lhes permitirá vir a captar novos investidores e patrocinadores.

A modelo francês, de controlo do negócio,já o referi algumas vezes, parece-me aquele que melhor defende estas vertentes, e que podemos ler neste artigo do Football Finance onde está detalhado esse modelo de controlo financeiro.

publicado por RPF às 16:43

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9