06 Junho 2008

....

 Um espaço para comunicar, fazer participar e prestar serviços aos munícipes.

......

  

Foi desta forma que finalizei o meu post anterior como o mesmo titulo e em que abordei o tema da comunicação.

Vou agora abordar de forma simples o fazer participar.

A falta de participação dos cidadãos, que é um tema que parece já ter afligido a classe politica do País, pode ter na Internet um espaço de debate e de participação.

Actualmente a falta de participação é mais devida à ausência da informação indispensável à formação da opinião do que ao desinteresse dos cidadãos.

Informações básicas como numero de trabalhadores, orçamentos de receita e despesas, metas e objectivos a cumprir, planos de acção e actividade, etc., estão ausentes, salvo raras excepções, dos sites das autarquias.

Não necessitamos de ir muito longe para aferir as diferenças com a Andaluzia, basta ver, por exemplo o site do Ayuntamiento de Ayamonte ou do Ayuntamiento de Huelva e fazer a comparação.

A participação estimula-se, não se fica à espera que aconteça.

Li ontem um post da Helena Roseta no blog Sorumbático (e que pode ser lido aqui) de uma forma muito clara e objectiva aborda a utilização das novas plataformas tecnológicas como essenciais para o reforço da participação.

A noticia da Agência Financeira que pode ser lida aqui só vem mostrar a importância, actual e futura da WEB.

Há que tirar proveito dela.

....

"A explosão verificada nas tecnologias de informação trouxe consigo numerosas formas de comunicar, frequentemente surpreendentes e poderosas. Quer gostemos quer não, elas existem e vieram para ficar. Não só vieram para ficar , como já vêm mais a caminho. Pode preferir ignorá-las e ficar para trás ou utilizar estas novas tecnologias em seu beneficio. Qual será a sua escolha?

(in Gestão para Totós de Bob Nelson e Peter Economy) 

 

 

 

publicado por RPF às 09:43

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14