28 Outubro 2009

Este é o caso da investigação de medicamentos em que o investimento e o risco de insucesso é compensado com a atribuição de patentes (monopólio limitado) que caducam num determinado periodo.

A sociedade deve debater a necessidade ou não da existẽncia destes monopólios limitados (idem para a musica, etc...) face ao risco de não os atribuir.

Uma discussão inêxistente em Portugal.

Este artigo do Manhattan Institute for Policy Research mostra as vantagens e inconvenientes para o sector do medicamento.

 

publicado por RPF às 14:48

mais sobre mim

ver perfil

3 seguidores

pesquisar
 
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

15