13 Janeiro 2010

O PEC (Pagamento Especial por Conta) foi introduzido para prevenir o facto de que a maioria das empresas não pagava IRC. por não apresentar lucros-

Hoje a situação é idêntica. Mais de 50% das empresas, em Portugal, não apresenta lucro e como tal não lhe é cobrado IRC.

E há, ainda. alguém que acredite que tal situação corresponde à realidade?-

Penso que não.

Agora volta a falar-se na extinção do PEC por não ser justo para as empresas que, não tendo lucro, não deveriam pagar impostos, e trata-se este assunto como se tivesse sido uma 'invenção e particularidade' portuguesa.

Ora não é bem assim.

Em Espanha, que gostamos de dar muitas vezes como exemplo em especial dos preços dos combustíveis, a situação é que todas as empresas pagam impostos : ou pelos lucros ou um valor fixo que é definido pelo volume de negócios (é quase um impostos de funcionamento) só que não se chama PEC.

Na próxima semana voltarei a este assunto com mais detalhe porque irei esclarecer a forma como esse imposto é cobrado e qual o mecanismo de controlo. Irei tirar as duvidas com um conhecido que está a abrir uma empresa em Espanha.

Também os custos com o trabalho (segurança social paga pelo empregador e empregado) virão ao de cima.

publicado por RPF às 10:36

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
16

17

24
30

31