23 Fevereiro 2010

Recebi um mail, na minha caixa do blog, com um comunicado do Instituto da Democracia Portuguesa (IDP) sobre a candidatura do Dr. Fernando Nobre à Presidência da Republica.

Como entendi que se tratava de uma nota para divulgação, abaixo transcrevo o seu teor:

 

" Comunicado


Assinala o IDP- Instituto da Democracia Portuguesa, que o Dr. Fernando Nobre, seu Presidente da Assembleia Geral, se apresenta, hoje, solenemente, como candidato à mais alta magistratura do País.
Reconhecendo, tal como a maioria dos portugueses, neste acto de grande generosidade e entrega ao País, um sinal de vitalidade da sociedade civil num quadro de desafios que temos vindo a assinalar, destaca o IDP, como factor positivo e de esperança, esta corajosa atitude de cidadania para ultrapassar os difíceis obstáculos que, como comunidade, temos pela frente .

19 de Fevereiro de 2010

Cordialmente

Instituto da Democracia Portuguesa
Departamento de Comunicação
"

publicado por RPF às 15:45

12 Julho 2009

Ser que este tipo de legislação, em discussão (ou já mais além), será o (re)surgimento da Inquisição, da qual já nos tínhamos esquecido?

 

 

Esperemos que por cá não sigamos o mesmo caminho, ou já o estaremos a seguir?

publicado por RPF às 12:30

06 Março 2009

O desenvolvimento das redes sociais como partilha de ideias e lançamento de acções de cidadania, têm vindo a ser ignoradas pelas autarquias, e mesmo pelo poder politico e associativo, com honrosas excepções.

Trata-se, no entanto, de um veiculo poderoso para a participação dos cidadãos na vida politica, social e associativa, e podem ser vistos como uma forma de 'regeneração' dessas organizações.

Apesar da dificuldades com que costumamos lidar com as opiniões contrárias, é uma ferramenta da qual é possível retirar 'valor' aproximando os eleitos dos eleitores, se utilizada ma formação de uma decisão mais sólida e não como 'sondagem on line'.

publicado por RPF às 12:44

20 Janeiro 2009

... Vale a pena ouvir excertos de um discurso realizado na sua Igreja, em 28 de Junho de 2006, que nos mostra bem a forma como devemos ver as convicções religiosas, de cada um, e de separar as decisões politicas dessas convicções.

É imprescindivel não perder neste momento em que, "em nome de Deus", foi entregue uma petição para discutir, ou referendar(???), novamente a legislação sobre o aborto em Portugal.

Vejam o video (original e em inglês) que descobri via o blog Reflexões de Um Cão com Pulgas.

 

 

Para quem quiser ver o mesmo video com tradução em português, pode fazê-lo aqui, com a cortesia do Reflexões de um Cão com Pulgas.

 

PS : Se conhecerem alguém que tenha assinado essa petição façam o favor de lhe enviar o video para ver se fica claro a diferença entre a politica e a religião.

publicado por RPF às 16:20

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
16
17

18
19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
30