24 Março 2010

Os dados do desemprego em 2009 mostram bem as desigualdades existentes no País, e pouco o que está a ser feito para as diminuir-.

As desigualdades económicas radicam,-se na escolaridade e formação profissional que nos faz querer competir com a mão de obra barata da China,. Índia ou África.

É aqui, na qualificação do mercado de trabalho, que se pode fazer a diferença e não na igualização , retirando a quem mais evolui para dar a quem não se esforçou.

Dos cerca de 530.000 desempregados em 2009, cerca de 73% têm o ensino básico ou nenhuma formação (dados recolhidos no PORDATA).

Este é o problema primordial e fundamental para resolver.

Impulsionar os que menos qualificações têm para a melhorar em vez do assistencialismo que acaba por contradizer a célebre MERITOCRACIA que tanto queremos.

publicado por RPF às 09:44

14 Janeiro 2010

Tenho ouvido sistematicamente criticas às Novas Oportunidades.

E em que aspecto essas criticas se centram : em que a aprendizagem só acontece nos bancos da escola, a ouvir os professores e a 'queimar as pestanas'.

Será isso assim? A aprendizagem ao longo da vida não nos diz nada?

Parece que para nós portugueses só o método escolástico tradicional é que é relevante, o resto não existe ou é 'batota'.

Mas qual de nós quando olha para os nossos pais é capaz de dizer que são os mesmos que eram quando saíram da escola? Nada aprenderam ao longo do seu percurso profissional?.

Olhem para quem trabalhou 10 ou 15 anos no sector hoteleiro : já sabe faltar inglês, e mesmo 'arranhar' algumas outra língua, sabe utilizar a matemática, mesmo rudimentar, no dia a dia e usa-a para entender os factos e situações, fala e domina o português melhor do que quando era adolescente porque o contacto com outros o levou a tal, entende o que o rodeia e as transformações acontecidas, etc...

Em que aspecto é inferior, ao nível do saber e do saber fazer, do que alguém que está no 9º ano?

Eu não consigo vislumbrar em qual e ainda não entendi quem em tal acredita.

 

publicado por RPF às 10:37

08 Janeiro 2010

Cada vez que oiço as intervenções dos dirigentes sindicais dos professores, que parece mais de 80% são avaliados como bons (!!!!), fico sempre contente por não serem dirigentes sindicais da Policia ou das Forças Armadas.

Hoje só teríamos Comissários e Generais.

publicado por RPF às 16:36

21 Novembro 2009

O Estado de Nova Iorque tem um site (pode ser acedido aqui) que possibilita, on line, ter acesso aos dados de custos da educação por cada uma das suas escolas.
É uma forma de transparência da informação que todos podem ter acesso e possibilita comparar o desempenho das várias escolas.
Também poderiamos fazer o mesmo, não?.

publicado por RPF às 11:23
tags:

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
16
17

18
19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
30