05 Janeiro 2009

O tema geral hoje foi a derrota do Benfica na Trofa.

Eu não tenho nenhuma opinião porque não vi o jogo e ainda nem os resumos vi.

Deixou de ser, para os adeptos, a equipa maravilha que justificava o slogan 'ninguém pára o Benfica' para ser um 'bando de coxos que não merecem vestir a camisola do maior clube do mundo'.

Passamos tantas vezes do oito para o oitenta sem analizar o passado e corrigir os erros.

A frase que tenho ao lado no blog, e da autoria de Miguel Torga, ilustra bem o 'estado de alma' que nos acompanha no sucesso e no infortunio.

A melhor forma de garantir o sucesso futuro é viver, e aprender, com o infortunio de hoje (Ena, grande frase, e é da minha autoria).

 

publicado por RPF às 22:13

05 Janeiro 2009

Eu não tenho a certeza que coloquei a frase textual dita pelo Presidente da Republica, no seu discurso de Ano Novo.

Mas 'falar verdade aos portugueses' tem sido uma das frases mais dita por todos os politicos.

Sempre que a oiço lembro-me de duas frases que ouvi, uma dum musical (Jesus Christ Superstar) e que é atribuida a Pilatos (não sei se ele alguma vez a disse ou não) e outra de um filme que vi há pouco tempo.

A primeira (atribuida a Pilatos) é:

".... We both have true. Is mine de same as yours"

 

( ... )

 

publicado por RPF às 09:00
tags:

05 Janeiro 2009

Este titulo vem a propósito do conflito entre Israel e o Hamas, na faixa de Gaza.

E porquê?.

Já quase ninguém se lembra desta noticia (claro já tem 2 anos e a memória colectiva é pouco resistente) e do que aconteceu a seguir.

É verdade o Hamas ganhou as eleições e como tal deveria governar (é assim a democracia).

Mas o problema é que não sabemos lidar com a democracia (a escolha do povo em eleições, livre e justas) quando quem ganha não é quem gostamos.

Parece que queremos ter a liberdade de fazer as nossas próprias escolhas e as dos outros.

Foi o que aconteceu na Palestina.

Eu não sei se as eleições foram livres e justas mas o que aconteceu foi que, uma grande parte da comunidade internacional, fez tudo para que não prevalecesse o resultado das eleições.

É óbvio que a Palestina não é um Estado de liberal, constitucional e de direito e esse é o problema principal.

Mas o que fica claro é que para nós ocidentais a democracia é boa dependendo de quem ganha.

 

 

publicado por RPF às 08:00

subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

3 seguidores

pesquisar
 
Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9