11 Junho 2008

O dirigente da GCTP acabou de se demarcar, na entrevista a Constança Cunha e Sá, na TVI desta paralisação dos transportes de mercadorias e fez a mais dura critica aos pequenos transportadores, ao falar nas condições dos trabalhadores dessas empresas.

Infelizmente para ele, não consegue explicitar a sua posição final, com excepção da referência à lei e ao seu cumprimento, mas infelizmente isso não é com ele.

Está na difícil posição de não poder apoiar nem rejeitar.

Estou com pena só de ouvir porque está a fazer contorcionismos para explicar o inexplicável.

Ou apoia uma acção mais 'dura' da Sociedade (leia-se para alguns GOVERNO) ou não apoia.

A estrutura a que pertence (a CGTP ou o PC) lançou a semente e a situação está a ficar incontrolável.

Como é habitual vão acabar por exigir a outros que resolvam o problema que criaram.

 

publicado por RPF às 09:20

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

3 seguidores

pesquisar
 
Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14