01 Setembro 2008

Eu não acredito que tal aconteça tão rápidamente.

O problema primordial não é o encontrar a nova tecnologia que vai, ou não, substituir o petróleo, mas sim organizar a sociedade e a distribuição por forma a possibilitar as mesmas vantagens e capacidades que actualmente existem nos vários paises, apesar do que é referido nesta noticia.

Este para mim é o processo mais critico no advento de qualquer nova tecnologia.

Como vamos distribuir essa energia e quanto tempo vamos demorar a criar as condições para que a distribuição seja capaz de disponibilizar as mesmas potencialidades que hoje existem com a rede de distribuição da gasolina/gasóleo?.

 

 


mais sobre mim

ver perfil

3 seguidores

pesquisar
 
Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9