19 Junho 2008

Quando ouvimos comentários das pessoas parece que ainda não foi compreendido uma verdade de 'La Palisse'.

As empresas geram riqueza e o estado gera custos.

E como é que o Estado, afinal, se financia para poder prestar os serviços, que exigimos, de forma quase gratuita e ao mesmo tempo apoiar os mais desfavorecidas, fazendo a redistribuição social da riqueza criada no País? Com os impostos, claro.

E porque é que as empresas não estão a ser capazes de gerar a riqueza?

Porque não se adaptaram ao mundo actual e pretendem ter novos resultados fazendo tudo como antigamente.

Assim não vamos lá.

 


18 Junho 2008

Vamos esperar para ver que medidas vão ser apresentadas mas, na realidade, este é o caminho para a resolução, no futuro do problema energético e não a baixa dos impostos (leia-se ISP ou IVA).

Infelizmente a solução não está ali ao virar da esquina.

Vai demorar tempo, mas só assim temos 'uma luz ao fundo do túnel'.

 

publicado por RPF às 07:56

11 Junho 2008

Os agentes da paralisação dos transportes de mercadorias decidiram uma 'batalha'.

Para isso escolheram o 'terreno',  as 'armas' e o 'momento'.

Foi a rua (estradas), o bloqueio dessas mesmas estradas utilizando as 'ferramentas de trabalho' (armas) e o 'momento' ser agora.

Aceitar o confronto nesse 'terreno' seria disparate. Aí eles são fortes.

Mas quais são as suas  fraquezas?

Algumas delas : dissociar-se de quem os 'representava',; não conseguir congregar os trabalhadores e os seus representantes , pressionar levando ao confronto com outros ; falta de clareza do que efctivamente pretendem (mensagem errática) ; não ter quem fale em 'nome deles' (liderança fragmentada).

Desta forma a 'arma' fundamental é o tempo. Vão cometer erros porque são ineficientes na comunicação. Vão agudizar conflitos internos por inexistência de liderança forte e criarão dificldades às pessoas que para elas são injustificáveis.

Desta forma:

- Agir de forma determinada antes de tempo é ser autoritário, fora de tempo é laxismo

- agir sem tentar chegar a um acordo com os 'representantes institucionais' é arrogância, agir após um acordo é determinação.

Este é o dilema que vive quem tem de tomar decisões.

O tempo certo é aquele em que as pessoas lhe vão pedir que actue.

Os lideres partidários têm de se decidir e apoiar ou recusar uma intervenção, mas vão ter de tomar uma posição. O seu silêncio é 'ensurdecedor'. Se à 'esquerda' ainda se compreende (por falta de discernimento) à 'direita' é incompreensivel (é o grande hara-kiri politico).

Aí sim, tudo lhe será perdoado, mesmo o 'exagero' da acção.

Definir o momento certo é a sua responsabilidade. Boa sorte.

 

 


10 Junho 2008

Ouvi hoje, ou na rádio ou na mesa ao lado no café, comentar por um trabalhador de uma empresa do sector que todos os preços têm aumentado mas não o preço dos fretes nos transportes de mercadorias.

Por regulação própria os preços não aumentam, e antes pelo contrário podem diminuir, por dois motivos:

- um desajuste entre a oferta e a procura

- o preço que o cliente está disposto a pagar pelo 'valor' entendido do serviço que lhe é prestado

O primeiro caso indicia que a oferta é maior que a procura.

O segundo que as empresas não diferenciam o serviço de acordo com as necessidades especificas dos clientes.

De qualquer modo a solução é a mesma:

- analisar os vários clientes e ter uma proposta de preço/valor adequada a cada segmento (recomendo vivamente a leitura do postal do Carlos Pereira da Cruz no Blog Balanced Scoreboard).

- ganhar escala e dimensão através da concentração, de empresas ou criação de associações para melhor negociar e possibilitar passar os custos para o preço

- melhorar os processos fazendo mais e melhor com menos meios

- não perder de vista os resultados

A Sociedade (não gosto de utilizar a palavra Governo porque dá uma noção de que não temos nada a ver com isso) deve apoiar a ineficiência e o imobilismo ou o sucesso e os resultados?

Sou apologista da segundo opção pelo que  entendo apoios que se dirijam á modernização, melhoria das condições de trabalho, inovação e aumento da competitividade.

 

 

 


mais sobre mim

ver perfil

3 seguidores

pesquisar
 
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
16
17

18
19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
30