20 Junho 2009

Nos últimos tempos têm vindo a ser efectuadas obras em Altura.
Ora esta vila é a maior fonte de receitas do Concelho de Castro Marim e poderia ter um maior aproveitamento se forem efectuadas as obras necessárias para a melhoria da qualidade do turismo na localidade.
Os problemas de acesso á praia, estacionamento no local, transformar ruas em pedonais, apoio na requalificação das lojas, cafés e bares, e esplanadas, animação continuada e diária nos meses de férias, promoção do arrendamento particular turístico e protecção dos inquilinos, apoio na qualificação dos empregados do sector turístico e similar, apoio na criação de empresas de turismo cultural e da natureza, etc...
Cada vez mais é o papel das autarquias, garantir a prosperidade, e são investimentos com retorno garantido e que possibilitariam o desenvolvimento mais harmonioso do Concelho.

publicado por RPF às 10:15

13 Janeiro 2009

Hoje, mais uma vez, fui á Manta Rota.

Apesar do movimento não ser muito, estamos na época do ano em que tal costuma acontecer, relembrei o que foi o Verão passado.

Na realidade a Manta Rota ganhou uma nova vida, com mais pessoas, agitação e comércio.

O facto que levou a essa 'explosão de atractividade' foi a requalificação/valorização da zona junto à praia (apesar de não ter uma grande frente e prevendo-se que venha a alargar esse arranjo à zona da Lota) com a criação de valências de acessibilidade (estacionamentos) e uso para o lazer (restaurantes diferentes, bares e animação nocturna).

O problema de Altura é que está situada entre uma Manta Rota (requalificada) e Monte Gordo (grande capacidade hoteleira) e não tem nenhuma dessas potencialidades.

O desafio urgente que Altura vive, para sobreviver, é a rápida construção do Lago Verde e uma requalificação da zona de praia alargada à, chamada, zona do centro, assegurando as mesmas valências (acessibilidade e lazer).

De outro modo, e apesar de estar no centro de Monte Gordo e Manta Rota, poderá transformar-se na zona periférica de ambos com os custos inerentes.

Este é o momento critico de Altura se integrar, e afirmar, no contexto em que está inserida.

O futuro já começou e não avançar pode comprometê-lo definitivamente.

 

publicado por RPF às 10:14

14 Dezembro 2008

O concelho de Alcoutim já merecia uma noticia como esta.
É o concelho mais desertificado do Algarve, apesar das suas excelentes condições naturais (rio, serra e tradições recuperadas) e que se encontrava estrangulado pelo facto da quase totalidade da sua área estar integrado em vários planos de conservação (REN, NATURA, etc.).

Creio que finalmente se percebeu que só se preserva o ambiente e o estado natural desde que haja pessoas que sejam capazes de tirar riqueza desse facto. Em África já se tinha entendido isso há algum tempo (vide as formas de gestão e exploração dos Parques Naturais que preservam populações de animais em risco).

Acredito que as pessoas que estão na autarquia serão capazes de encontrar a melhor solução para integrar o desenvolvimento turístico nos espaços naturais, com projectos de qualidade.

 

publicado por RPF às 11:08

13 Dezembro 2008

Hoje fui almoçar a Santa Luzia.

A estrada que faz a ligação entre Tavira e Santa Luzia é a que se encontra em pior estado de conservação, atrevo-me a dizer, em todo o Sotavento do Algarve.

É uma série de buracos e pavimento degradado centímetro a centímetro.

Tal não aconteceu ontem, mas é sim o culminar (se não for piorar ainda) de anos em que a manutenção e conservação da estrada não foi efectuada.

Eu nem sei se é uma estrada nacional ou municipal (não tem nenhum marco que a identifique) mas sei que Tavira, Santa Luzia, Conceição (Cabanas) são os pólos turísticos importantes do Sotavento.

A situação que se vive é inaceitável.

Para quando obras de melhoramento nesse eixo viário?.

 

publicado por RPF às 17:04

subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

3 seguidores

pesquisar
 
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
16
17

18
19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
30